O tempo passa, invariavelmente

Se você acabou de piscar, pelo menos um segundo já se passou, e por mais insignificante que seja, este segundo não voltará nunca mais. Uma das incontáveis diferenças entre os seres humanos e Deus é que nós estamos presos a uma coisa chamada tempo. A cada tique-taque do relógio ficamos mais velhos, mas o pior não é isso, o pior é que o tique-taque de tempos atrás nunca mais voltará.
Envelhecer é muito bom, afinal, só não fica velho quem morre ainda jovem! Mas não quero enfatizar os radicais livres que se formam no nosso organismo a cada respiração, quero pensar um pouco no significado que tenho dado ao tempo, que passa, quer eu esteja consciente disso ou não.
Quando penso na maneira como tenho gastado os meus segundos do dia, muitas vezes fico frustrada. A Bíblia nos diz para fazermos tudo para a glória de Deus, “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus”. (I Coríntios 10 v.31). Eu vejo neste versículo uma tentativa de ser o mais abrangente possível, comer e beber são as coisas mais corriqueiras que as pessoas fazem, e até nisso devemos de alguma forma glorificar ao nosso Pai. Na mesma frase Paulo poderia continuar citando infinitas ocasiões como; ao acordar, ao dormir, no trabalho, na escola, na rua, na fila do banco, na loja de cd, no consultório médico… enfim, glorifique a Deus a cada segundo de sua vida.
Mas como fazer isso? Pense um pouco comigo; o que você fez hoje? Deu graças a Deus pelo novo dia quando acordou? Sorriu para o vizinho no elevador? Tentou uma conversa com o rapaz que estava inquieto na mesma fila que você?
Pra quê tudo isso? Não é só política de boa vizinhança, nós nunca sabemos quantas pessoas estão carentes de um simples bom dia, isso poderá fazê-la esboçar um sorriso quase enferrujado. Não temos idéia de quantas oportunidades nós perdemos por dia para fazermos a diferença, demonstrar amor, ajudar alguém…“Se amardes os que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem os cobradores de impostos também o mesmo? E se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os gentios também assim?” (Mateus 5 v. 46 e 47)
Confesso que tenho uma dificuldade enorme com relação a isso, embora eu seja bastante extrovertida entre amigos, sou bastante fechada com as pessoas que não conheço. Lembro-me de uma vez em que tentei por minhas próprias forças ser mais amigável com pessoas estranhas, comecei a cumprimentar a todos os olhando nos olhos e com um sorriso no rosto, foi decepcionante, a maioria das pessoas sequer percebeu que eu estava falando com elas. Mas hoje eu vejo quais foram meus erros; o primeiro foi o objetivo; eu queria que as pessoas me achassem educada, não estava fazendo aquilo para a glória de Deus, “Guardai-vos de praticar vossos atos de justiça diante dos homens, para serdes vistos por eles…” (Mateus 6 v. 1) Segundo erro: eu contei com minhas próprias forças, achei que pelo menos nisso eu não dependia de Deus. Puro engano, dependemos de Deus até pra respirar!
Mas não pretendo desistir, além do mandamento divino de amar e da admoestação de Jesus sobre tratar bem a todos indiscriminadamente.
Devemos manifestar a essência divina a cada segundo! Quem sabe até de uma conversinha boba surja uma oportunidade de falar de Jesus. Quem sabe aquele carrancudo do escritório não fique curioso em saber porque você sempre retribui a cara feia com um sorriso amigável e está sempre dando graças a Deus, mesmo na adversidade? “Pregue a Palavra, insista a tempo e fora de tempo…” (2 Timóteo 4 v. 2)
Isso é querer demais? Não se você pensar em um segundo de cada vez, tudo o que você tem nas mãos é o agora! E se você não fizer nada, ele vai se perder para sempre. Sabe aquele abraço que você não deu? Aquele sentimento que não expressou? Aquela pessoa que você poderia ter ajudado, mas resolveu deixar pra depois? Pois é… Está tudo preso no passado, um tempo perdido que não volta mais, isso sim é envelhecer!
Quando lemos os vários conselhos e mandamentos do Senhor, pensamos: “nossa, mas quem consegue passar a vida toda cumprindo tudo isso?” É claro que ninguém consegue, mas por que nós já nos preocupamos com a ‘vida toda’, se o que temos em mãos é só o dia de hoje? Jesus também nos adverte sobre isso; “Não andeis ansiosos pelo amanhã, pois o amanhã preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal” (Mateus 6 v. 34) Embora já tenha lido este versículo inúmeras vezes, ele teve para mim um sentido muito diferente quando eu o li ah uns dias atrás: Eu não posso querer dar o melhor de mim a minha ‘vida toda’, simplesmente porque eu só tenho o hoje pra dar o melhor de mim. A minha ‘vida toda’ não está nas minhas mãos, mas nas mãos de Deus, e se Ele só me deu o agora, é com isso que eu tenho que glorificá-lo. Isso me trouxe um grande alívio, tudo o que eu tenho que fazer é deixar Deus manifestar Sua vida em mim neste segundo, não daqui a pouco, não amanhã… mas agora, uma coisinha de cada vez, e assim se passam muitos anos, muitas coisas, talvez grandes obras, mas que aconteceram um segundo de cada vez.
Agora é tempo de pensar: como você tem gastado os segundos de cada dia? Estão sendo proveitosos? Tomara que sim. Porque o tempo passa, invariavelmente.

Anúncios

One Response to O tempo passa, invariavelmente

  1. Ioná disse:

    Adorei a mensagem. Glória a Deus! Parabéns….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: