Posso reclamar?

abril 17, 2005

Por que será que eu me esqueço tão depressa que tenho muito mais motivos para sorrir do que para chorar?
Por que será que eu sempre me esqueço que tenho infinitamente mais razões para agradecer do que para lamentar?
Eu não conheço o mundo inteiro, eu não tenho o corpinho da Daniela Cicarelli, eu não tenho os olhos da Ana Paula Arósio, eu não tenho uma família perfeita, eu não sei tudo o que pensava que iria saber no 5º ano da faculdade…
Mas por que eu tenho a audácia estúpida de reclamar disso?
Quando tantas pessoas dormem sob a chuva, enquanto eu estou no meu quarto com minhas cobertas e meu som.
Enquanto tantas pessoas procuram no lixo algo para comer e eu fico na dúvida sobre o que escolher no café da manhã.
Ao mesmo tempo em que eu estou reclamando da demora dos resultados da musculação, existem pessoas se rastejando no chão, pois não têm pernas e nem dinheiro para comprar uma cadeira de rodas.
Enquanto meu sonho é conhecer a Europa, o sonho de muitas pessoas é recordar como é o sol além da janela do hospital.
Enquanto estou à frente do espelho preocupada com a cor do batom ou o contorno das sobrancelhas, muitos nunca viram os próprios olhos ou têm vergonha de sorrir pela falta de dentes.
Enquanto eu reclamo de ter tirado 95 na prova, muitas pessoas não sabem escrever o próprio nome.
A maldita hipocrisia passeia livremente nos meus lábios, na pieguice dos discursos, no sorriso perfeito na hora conveniente.
Como eu posso fazer outra coisa na minha vida? Como eu tenho coragem de ocupar as horas do dia fazendo outra coisa a não ser agradecer?
Além de me esquecer de que tenho muito mais do que preciso, eu me esqueço de que me foi dado por pura misericórdia!
Por que eu e não a menina da favela que perdeu a infância se prostituindo para viver? Por que eu e não a criança que passou seus poucos anos de vida tratando de um câncer?
Por que eu ganhei esta vida tão maravilhosa? Sou pecadora como todos.
Será que um dia eu entenderei isso? A fidelidade de um Deus justo para com os infiéis. A misericórdia de um Deus santo para com os pecadores? O amor de um Deus soberano para com os egoístas?
Se eu realmente entender de todo meu coração, Deus mostrará ainda mais misericórdia, dando-me a eternidade para dizer obrigada.

“Digno é o cordeiro que foi morto, de receber glória, honra, força e poder.”