O Esforço pessoal do cristão

maio 3, 2018

 

“Está consumado!” João 19:30

A frase mais poderosa da Bíblia, última coisa que Jesus disse antes de morrer, nos dá a certeza de que já não há mais para nós condenação, nem impedimento, nem barreira, nem dívida. Tudo foi feito, o Filho de Deus fez o que ninguém jamais poderia fazer: A obra completa para a salvação eterna de todo aquele que nele crê.

Mas é comum encontrar cristãos com dificuldades para compreender o seu papel na vida cristã, ou seja; como deve viver sua jornada aqui na terra? Qual é a sua parte na caminhada? Existe ainda algo que é nossa responsabilidade ?

A Bíblia deixa muito claro que o ser humano NADA pode fazer para se purificar, se justificar e ser aceito por Deus. Esta é a obra que somente o Filho de Deus poderia fazer e  a consumou na cruz.  O Cordeiro de Deus como única salvação para o ser humano é o tema central de toda a Bíblia. Esta é a coisa mais importante que todo ser humano deve saber.

Repito e digo sem medo de errar: Qualquer coisa que alguém disser que tire 100% do crédito de Jesus Cristo pela nossa salvação e santificação, é mentira de Satanás.

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
Não vem das obras, para que ninguém se glorie.
Efésios 2:8-9

Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, O qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo
1 Pedro 1:19-20

Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. 
1 Coríntios 3:11

Muito bem, agora que isto está claro, prossigo com o que queria comentar, sobre a minha responsabilidade, sobre o que eu devo fazer.

Este tema é tão delicado, que divide algumas igrejas, causa receios e exageros para vários lados.  Embora todos os protestantes concordem (ou deveriam concordar) sobre a salvação unicamente pela obra de Cristo, as diferentes vertentes do protestantismo interpretam a responsabilidade pessoal do homem de diferentes formas. Este é um dos pontos que fizeram surgir algumas diferenças teológicas e doutrinárias entre os protestantes. Até o próprio Lutero teve seus equívocos sobre isso, se enroscando no capítulo 2 de Tiago, mas quando eu leio este capítulo, entendo que ele está dizendo o mesmo que João Batista: “Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;” (Mateus 3:2)

Desde adolescente eu tenho aprendido na prática que sem Jesus eu NADA posso fazer (João 15:5). Não há dúvida de que isto é uma verdade absoluta, além do próprio Jesus Cristo tê-la dito, eu sou testemunha viva deste fato. Vejo esta verdade na minha própria vida diária, de maneira clara eu percebo que além de não poder ser salva, sem Jesus eu não posso fazer nada. Sem a misericórdia do Pai e a morte de Jesus eu estaria eternamente na situação mais desgraçada de condenação e sem a mínima esperança.

Mas comecei a me questionar se não estava exagerando em outro ponto. Por exemplo; quando eu leio um livro, ou entro numa igreja ou ouço pregações na internet, só de ouvir a frase “você tem que … (qualquer coisa)” eu já sentia arrepios, pensando: esta pessoa está querendo tirar a glória de Deus e dar aos homens, dizendo que nós podemos fazer alguma coisa.
Eu sei que sem Cristo não posso ser salva nem aceita, eu não posso fazer nada sem Cristo! Mas e agora COM CRISTO, será que eu não posso fazer alguma coisa? Ou melhor, será que eu não “tenho que fazer” alguma coisa?

A ideia de esforço pessoal na caminhada cristã me parecia quase herética. Se esforçar pra ter uma recompensa então… Nossa aí é uma blasfêmia! Então pesquisei na Bíblia eletrônica passagens que falam sobre esforço pessoal:

Velho Testamento:

I CRÔNICAS 22:13 – Então prosperarás, se tiveres cuidado de guardar os estatutos e os juízos que o Senhor ordenou a Moisés acerca de Israel. Esforça-te, e tem bem ânimo; não temas, nem te espantes.

I CRÔNICAS 28:10 – Agora toma cuidado, porque o Senhor te escolheu para edificares uma casa para o santuário; esforça-te, e faze a obra.

II CRÔNICAS  15: 7 – Vós, porém, esforçai-vos, e não desfaleçam as vossas mãos; porque a vossa obra terá uma recompensa.

E ainda: JOSUÉ  cap. 1: v 6, 7, 9  e 18. – cap.10 v25 – cap. 23 v6 /SALMOS cap. 31 v·24 / NÚMEROS  cap 13 v20 / I CRÔNICAS  cap. 28 v·20 / II SAMUEL cap. 13 v28 / I CRÔNICAS  cap. 19 v·13 / ISAÍAS  cap. 41 v·6  / AGEU  cap. 2 v·4

No Novo Testamento procurei sobre esforço e trabalho:

Romanos 6:19 b – Assim como vocês ofereceram os membros dos seus corpos em escravidão à impureza e à maldade que leva à maldade, ofereçam-nos agora em escravidão à justiça que leva à santidade.

Romanos cap. 15 v 20  – deste modo esforçando-me por anunciar o evangelho, onde Cristo ainda não houvera sido nomeado, para não edificar sobre fundamento alheio;

Gálatas cap. 4·v 27  – Pois está escrito: Alegra-te, estéril, que não dás à luz; esforça-te e clama, tu que não estás de parto; porque mais são os filhos da desolada do que os da que tem marido.

Filipenses 3:12-14 – Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus. Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

Colossenses 1:28-29 – Cristo a quem anunciamos, admoestando a todo o homem, e ensinando a todo o homem em toda a sabedoria; para que apresentemos todo o homem perfeito em Jesus Cristo;
E para isto também trabalho, combatendo segundo a sua eficácia, que opera em mim poderosamente.

1 Coríntios 3:8 – Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho.

1 Coríntios 3:13-14 – A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão.

1 Coríntios 15:58 – Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.

2 Coríntios cap. 5 v – 9 e 10- Pelo que também nos esforçamos para ser-lhe agradáveis, quer presentes, quer ausentes. Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.

2 Coríntios 11:27 – Trabalhei arduamente; muitas vezes fiquei sem dormir, passei fome e sede, e muitas vezes fiquei em jejum; suportei frio e nudez.

1 Tessalonicenses 2:9 – Porque bem vos lembrais, irmãos, do nosso trabalho e fadiga; pois, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós, vos pregamos o evangelho de Deus.

Tito 2:7 – Em tudo seja você mesmo um exemplo para eles, fazendo boas obras. Em seu ensino, mostre integridade e seriedade.

Tito 2:14 – Ele se entregou por nós a fim de nos remir de toda a maldade e purificar para si mesmo um povo particularmente seu, dedicado à prática de boas obras

Tito 3: 8 – Fiel é a palavra, e isto quero que deveras afirmes, para que os que crêem em Deus procurem aplicar-se às boas obras; estas coisas são boas e proveitosas aos homens.

Tito 3:14 – Quanto aos nossos, que aprendam a dedicar-se à prática de boas obras, a fim de que supram as necessidades diárias e não sejam improdutivos.

Efésios 2:10 – Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas. 
Hebreus 10:24 – E consideremo-nos uns aos outros para incentivar-nos ao amor e às boas obras.

Apocalipse 2:1-3 – Escreve ao anjo da igreja que está em Éfeso (…) Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes tolerar os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos. E sofreste, e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste.

Notei que no Antigo Testamento o esforço, perseverança e trabalho dos homens de Deus eram para conquistar promessas de herdeiros, povos, terras e coisas desta natureza. E Deus os recompensava pelo trabalho diligente e principalmente pela fidelidade a Ele, por não se contaminarem com práticas pagãs. No Novo Testamento, os servos de Deus trabalham e se esforçam para anunciar o Evangelho de Cristo e cuidar das pessoas. Mas da mesma maneira vemos que Deus abençoa e recompensa o esforço em obediência, a fidelidade e a separação das práticas dos homens maus.

Perceba que em toda a Bíblia, o esforço e a dedicação que Deus pede estão relacionados a: Obediência à Palavra, busca sincera e perseverante através da oração e na confiança em Deus sob qualquer situação.

É imprescindível ressaltar também que, há também em toda a Bíblia a reprovação de Deus aos homens que se orgulham de si mesmos (redundância proposital) e dos seus feitos. Porque o dia do SENHOR dos Exércitos será contra todo o soberbo e altivo, e contra todo o que se exalta, para que seja abatido. Isaías 2:12

Vale muito a pena ler o capítulo 38 de Jó, onde Deus coloca o homem no seu devido lugar quando este tenta se levantar em altivez de argumentos para com o Todo Poderoso.

Até Paulo, depois de descrever tudo o que ele havia feito pelo Reino de Deus, em 2 Coríntios capítulo 11, ele termina dizendo: Se devo me orgulhar, que seja nas coisas que mostram a minha fraqueza.

Então, com isso eu concluo que:

  1. Sem Cristo nós nada podemos fazer.
  2. Com Cristo, nós podemos e devemos fazer muitas coisas para o seu Reino.
  3. Deus abençoa e recompensa nosso trabalho e obediência.
  4. Toda a glória e mérito sempre pertencem a Deus, porque o que fazemos, só fazemos pela capacitação que vem do próprio Deus (item número 1)

 

Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado. Tiago 4:17

Anúncios